sábado

XT600E




Versátil como poucas,
sóbria e eficiente... a perpetua XT 600 E conserva a magia da sua origem, que teve origem em 1976

A simplicidade mecânica e estética, com o seu carácter duradouro... 
trás-lhe algumas desvantagens quando comparado com as restantes Trails que normalmente têm mais 50cc e nalguns casos 2 cilindros...
Mas esta "desvantagem" é a sua vantagem e explicação para a sua facilidade de utilização em todas as circunstancias.

Em 1976 a XT 500 via a luz do dia na Europa... e fez historia no todo-o-terreno e longos ralis Africanos...
Nos dias de hoje continua a ser uma referencia, sempre que se fala em motas Trail, ou quando se fala em fiabilidade (mesmo velhas, nada as pára...)
Poucos anos depois a pioneira XT500 deu origem à XT550...
a 550cc já tinha 4 válvulas e outras inovações que se mantiveram até aos dias de hoje.


em 1983 a XT600 nasce com o nome de Ténéré 34L...  e os 600cc foram a base até ao ano 2003...
...e durante esse tempo foi por diversos anos o modelo eleito por muitos Portugueses.

- o seu preço convidativo face à concorrência,
- a facilidade de utilização em todas as circunstancias,
- a boa aptidão para andar em fora de estrada num ritmo tranquilo,
- com agilidade de uma trail de baixa cilindrada,
- mais a sua simples manutenção,
- e a sua incrível fiabilidade,


foram trunfos que colocaram a XT600E no top dos modelos vendidos...


A XT600E apresentou algumas soluções que foram herdadas da pioneira XT500, como o quadro de características originais onde o deposito de óleo se encontra junto da coluna de direcção, para uma melhor dissipação do calor...

Para tornar a XT mais mista, e vocacionada também para estrada ou cidade, o curso das suas suspensões foram diminuídos em 20mm na frente e 30mm na traseira... com o novo curso, a XT não perdeu qualidades fora de estrada... e contribuiu para elevar a facilidade de condução em estrada e principalmente em cidade...



O seu motor de um cilindro a 4 tempos, refrigerado a ar, com uma árvore de cames, 4 válvulas, e com 595cc de cilindrada...

Com uma alimentação YDIS (Yamaha Duo Intake System) que consiste num carburador de corpo duplo, que em baixa rotação, apenas um deles está em actividade; em regimes mais altos entra o 2º carburador por depressão... o que melhora a resposta do motor e baixando consideravelmente o consumo...



A XT aposta na funcionalidade e simplicidade e dispensa todos os "extras"...
toda a atenção do motociclista está centrada na condução e no prazer de rolar sem luzinhas e mariquices para nos distrair...

Na cidade a XT é "Rainha", com uma posição de condução pratica, um guiador com a medida exacta, e sobretudo a facilidade em que se mete os pés no chão, impondo uma maneabilidade em todas as circunstancias... da-nos um grande à vontade com a agilidade duma 350cc e a vivacidade duma 600cc, com um motor redondo e fácil de usar em médios e baixos regimes, com uma progressividade surpreendente;
tem um bom escalonamento da caixa de velocidades, com uma travagem boa em qualquer situação (não sendo mordaz);
as suas suspensões absorvem na perfeição todas as irregularidades, e mantendo o conforto... sem nunca ser saltitante no mau piso, o que facilita consideravelmente qualquer manobra de aceleração ou travagem...

O seu motor é conhecido pela sua progressividade...
É sempre linear na subida de rotação e sem picos de potencia,

Sobe sempre de rotação e pronto... mas sobe !!

- Com nota máxima em cidade...
- Eficaz em estradas sinuosas...
- Suave em fora de estrada...
- Polivalente, equilibrada e simples...
- É simplesmente uma XT !!











9 comentários:

  1. Boas compras uma xt 600 de 92 restaurei toda está toda afinada está como nova agradeço desde já algumas dicas que vi no blogue e que deram imenso jeito durante o restauro. O meu setresse e o seguinte nuca tive motas com está cilindrada tirei a carta a 2 anos e só agora acabei a minha menina voava de saber se a alguma forma de lhe tirar um pouco de gás a te eu me fazer a ela .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Amigo
      A XT600 no mundo das 600cc, ou quando comparada com as bicilindricas e com as de 4 cilindros dessa cilindrada, fica muito aquém dessas...
      e é uma excelente maquina de aprendizagem devido à sua polivalência e ao seu motor progressivo sem picos de potencia neste ou naquele regime de rotação...

      Desconheço como castrar potencia na XT600E
      Gostava de poder ajudar mas não sei :(

      ABRAÇO
      e muito OBRIGADA pela visita e pelo comentário (Edgar)

      Eliminar
  2. Boas tenho uma xt600 de 97 tou com um problema quando vou em alta rotacao perde potencia como se fosse falta de gasolina mas na verdade o deposito ta cheio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas...
      Poderá ser muitas (ou algumas coisas)...
      é difícil com conseguir ter uma opinião sobre isso, sem mais informações do tipo:
      - está tudo de origem, admissão, escape, transmissão, etc etc??
      - ela perde rendimento como?? soluça em altas? aumenta a rotação sem andar mais? ou simplesmente começa a baixar a rotação de forma linear?

      Eliminar
  3. Sim esta tudo de origem.o sintomas sao os seguintes soluca em alta apartir dos 120km/h como se fosse falha de gasolina por vezes ate faz rateres baixo a velocidade para os 80 90 km/h e fica tudo bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...
      já isso acontecer em 3 XT600E diferentes
      e era um fio que vem muito esticado na ficha do TCI (ou CDI como lhe chamares)

      Se reparares nesta imagem tens um fio muito esticado
      https://photos.app.goo.gl/AbPb2wA3A1wFJfy56
      ...e com o tempo ele começa a partir os pequenos fios de cobre junto à ficha...
      Ou seja aquilo tem salvo erro uns 10 fiozinhos de cobre e quando fica com mais de metade partidos, origina que ela soluça em altas...

      Todos os sintomas que mencionas nesta ultima mensagem é normalmente originado por esse fio que ainda não se partiu de vez mas pode estar perto de se partir.

      Se não for isso, poderá ser as falanges de admissão com uma entrada de ar falsa... mas quase que aposto no tal fio :)

      Boa-sorte

      Eliminar
  4. Muito obrigado pela dica ja agora o cdi ou esse tal fio tem reparacao ou tem de ser novo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se for esse fio, basta cortar um pouco da fita isoladora que protege todos os fios, para que faça uma curva mais deslavada, e depois colocar um terminal novo no fio
      o terminal é igual a este:
      https://photos.app.goo.gl/cBbfUzkGb8rK61fh9

      Isto se for problema nesse ou noutro fio

      Eliminar